O segredo da Coca-Cola

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Por Napoleon Hill em A Lei do Triunfo

Há mais de 90 anos, um caixeiro de nome Asa Candler adquiriu uma fórmula secreta aparentemente insignificante rabiscada por um velho farmacêutico chamado John S. Pemberton, num simples pedacinho de papel, por uma quantia irrisória na época. Para o caixeiro representava a economia de uma vida inteira. O farmacêutico ficou contente ao negociar a fórmula por 500 dólares e o caixeiro tinha consciência do risco ao adquirir um simples pedaço de papel.

Os fatos posteriores à negociação entre o caixeiro e o farmacêutico são próprios do espírito empreendedor. Na realidade, o que Asa Candler comprou foi uma ideia. O velho tacho com a amostra do produto, a pá de madeira e a fórmula secreta entregue pelo farmacêutico foram completamente irrelevantes e acidentais.

Quase um século depois, o velho tacho de madeira continua a gerar riquezas com uma velocidade estonteante ao consumir bilhões de latas e garrafas, gerar milhares de empregos diretos ou indiretos em diversos países do mundo e proporcionar glória e fortuna para dezenas de artistas e iniciantes que ganham a vida participando de propagandas para promover o produto.

Diariamente, está presente em milhares de comemorações, festas de aniversários, nascimentos e casamentos ao redor do planeta. Pessoas de todas as cores, raças, credos e ideologias políticas consomem o líquido precioso sob diferentes alegações. Talvez nem o próprio Asa Candler fizesse a mínima ideia da dimensão que uma simples fórmula transformada em líquido pudesse tomar na economia mundial.

coca-cola

Onde quer que você more, seja qual for a sua ocupação, lembre-se, apenas, todas as vezes que vir e ouvir o nome Coca-Cola, de que seu grande império de riquezas e sua influência nasceu de uma única ideia e que o misterioso ingrediente que o caixeiro misturou à fórmula secreta, era, nada mais, nada menos, do que imaginação.

A influência da Coca-Cola estendeu-se por todos os povoados, cidades, estados, países, indústrias, roteiros de cinema, rádio, televisão e encruzilhadas do mundo e serve de inspiração para qualquer empreendedor que vislumbre a mínima possibilidade de quebrar todos os recordes desse “matador” de sede universal.

Fonte: Mendes, Jerônimo. Manual do Empreendedor: como construir um empreendimento de sucesso. São Paulo, Atlas, 2009.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *