A vida é uma sucessão de escolhas

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

A vida é uma sucessão de escolhas, decisões e mudanças para as quais somos empurrados com frequência e ninguém pode cumprir o nosso papel nesse sentido. Somos inteiramente responsáveis por elas, portanto, além de ser uma necessidade permanente, escolher, decidir e mudar é a única certeza visível, uma verdade incontestável na vida pessoal e no mundo dos negócios.

De fato, diariamente somos obrigados a escolher, decidir e mudar, ou não, o que queremos para o momento seguinte, para o dia seguinte e, por vezes, para uma vida inteira, muitas vezes sob pressão, outras diante de oportunidades que podem transformar a nossa história e outras ainda quando a única alternativa nem sempre é aquela que oferece chance de nos trazer felicidade.

O fato é que precisamos escolher e decidir pelo menor custo possível, emocional, social ou financeiro, e isso determina o desenrolar dos acontecimentos, portanto, decidir é uma arte que deve ser aprendida e exercitada. Não há como fugir delas. Elas são as forças motivadoras que caminham ao nosso lado, silentes, para testar a nossa capacidade de realização no mundo.

Avalie o seu estado atual. Há algum tempo você escolheu o caminho, ou foi escolhido por ele, e decidiu seguir em frente. A partir desse momento sua vida tomou um novo rumo. A pessoa com que você vive, a casa onde você mora, a vida que você leva, o curso que você faz e a empresa onde você trabalha fazem parte das escolhas e decisões do passado, portanto, elas são a realidade presente.

O tempo passou e tudo o que você fez até aqui parece ter sido em vão. A vida lhe parece injusta, as dívidas se acumulam, o amor esfriou, o trabalho não faz o menor sentido. A pressão da sociedade é incompatível com a sua capacidade de absorção dos problemas e a vida continua batendo na sua cabeça. Entretanto, você já percorreu metade do caminho.

escolhas

Apesar de tudo, quando o desespero bater à sua porta, lembre-se das três palavras mágicas capazes de transformar a sua vida: escolher, decidir e mudar. Embora estejam inteiramente relacionadas, elas apresentam significados e funções diferentes. De uma forma ou de outra, podem fazer a diferença na sua vida pessoal e profissional.

Escolher significa optar entre duas ou mais possibilidades antes de torná-la um hábito, uma mania, uma virtude: o bem e o mal; o certo e o errado; o preto, o branco e o vermelho. Decidir tem sua origem no latim decidere e significa cortar, romper, mudar definitivamente a condução de determinada situação ou a forma de algo que não interessa mais e, a partir daí, executar ou prender-se apenas àquilo que é essencial ou importante eliminando as demais alternativas.

Mudar significa alterar uma situação que já não corresponde mais às suas expectativas. Escolher (livre arbítrio), decidir (romper o padrão) e mudar (entrar em ação) são direitos universalmente garantidos aos seres humanos em todos os cantos da Terra. A grande dificuldade é que para isso acontecer dependemos sempre de um fator motivador, geralmente quando a situação se torna insustentável.

Infelizmente, por razões que não vale a pena entender, você não muda o estado passado nem deve gastar tempo e energia sobre ele, entretanto, o futuro está em suas mãos. O estado presente é resultado de ações tomadas no passado e o estado futuro será resultado das ações que você está imaginando conscientemente enquanto lê esse texto.

Todas as pessoas passam por um momento na vida em que é necessário praticar o livre arbítrio, escolher o caminho menos doloroso e entrar em ação para mudar o estado das coisas. Você não precisa continuar levando uma vida medíocre, casado com a pessoa errada, trabalhando na empresa errada, suportando um chefe inescrupuloso ou fazendo o curso que não gosta apenas porque no passado você optou erradamente por isso.

Os erros são os maiores aliados do aprendizado e o mundo é um celeiro de oportunidades, cujas escolhas da vida, decisões e mudanças são determinantes para a criação de uma nova perspectiva. Não se apavore pelas expectativas alheias em relação à sua pessoa. Quando você aprender a dizer não, eliminar o que não é essencial e der mais valor à sua capacidade de realização, escolher, decidir e mudar será apenas uma questão de hábito. Entretanto, os fatos não deixam de existir apenas porque são ignorados. Se você olhar apenas para o passado não conseguirá mudar o estado futuro.

De acordo com Albert Einstein, Premio Nobel de Física, “os problemas significativos que enfrentamos não poderão ser resolvidos pelo mesmo nível de pensamento que os criou”, portanto, dê o primeiro passo com fé, escolha um caminho, decida o que você realmente quer e mude sua vida antes que a mão dura do destino toque seus ombros.

Por fim, pare de mentir para si mesmo, de carregar os outros nas costas ou de agradar os outros apenas para se sentir mais integrante do meio enquanto a vida passa afortunadamente diante dos seus olhos. Você é especial e, tal como milhares de pessoas bem-sucedidas, você tem direito a ser feliz, você conta.

Pense nisso e seja feliz!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedIn

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *